Questão ps aux significado de saída


Ao digitar ps aux, o que cada coluna da saída significa? Por exemplo

$ ps aux  
timothy  29217  0.0  0.0 11916 4560 pts/21   S+   08:15   0:00 pine  
root     29505  0.0  0.0 38196 2728 ?        Ss   Mar07   0:00 sshd: can [priv]   
can      29529  0.0  0.0 38332 1904 ?        S    Mar07   0:00 sshd: can@notty   

Obrigado e cumprimentos!


191


origem




Respostas:


$ ps aux  
USER       PID  %CPU %MEM  VSZ RSS     TTY   STAT START   TIME COMMAND
timothy  29217  0.0  0.0 11916 4560 pts/21   S+   08:15   0:00 pine  
root     29505  0.0  0.0 38196 2728 ?        Ss   Mar07   0:00 sshd: can [priv]   
can      29529  0.0  0.0 38332 1904 ?        S    Mar07   0:00 sshd: can@notty  
  • DO UTILIZADOR = usuário que possui o processo
  • PID = ID do processo do processo
  • %CPU = É o tempo de CPU usado dividido pelo tempo que o processo foi executado.
  • % MEM = proporção do tamanho do conjunto residente do processo para a memória física na máquina
  • VSZ = uso de memória virtual de todo o processo (em KiB)
  • RSS = tamanho do conjunto residente, a memória física não trocada que uma tarefa usou (em KiB)
  • TTY = controlando tty (terminal)
  • STAT = estado do processo de vários caracteres
  • COMEÇAR = hora de início ou data do processo
  • TEMPO = tempo de CPU cumulativo
  • COMANDO = comando com todos os seus argumentos

Veja o página de homem ps para mais informações.


237



Você pode adicionar, por exemplo, que VSZ e RSS são produzidos em KiB, não em bytes, como eu pensei ... - Christian Davén
Você pode falar um pouco mais sobre as diferenças entre VSZ e RSS? Obrigado. - Elgs Qian Chen
RSS é a quantidade de memória física que esse processo está usando. Observe que isso inclui qualquer memória compartilhada com outros processos (por exemplo, se outros processos forem carregados a partir do mesmo arquivo executável ou bibliotecas), de modo que possa relatar o uso de memória em excesso. O VSZ é o tamanho do espaço da memória virtual - não se deixe enganar por isso, pois nem toda a memória "usada" é usada. Inclui memória em uso (RSS), memória que foi trocada, mas geralmente a maioria é apenas espaço de endereçamento adicional que não teve nenhuma memória real alocada a ele - para usar esse espaço, mais memória precisaria ser dada para o processo. - thomasrutter
Eu tentei pensar em uma analogia. Vamos dizer que você está jantando, então você está compartilhando um suprimento limitado de comida com outras pessoas. RSS é a quantidade de comida atualmente no seu prato. VSZ é o tamanho do seu prato. Nem todo o seu prato é comida e não é relevante para a quantidade de comida que você reivindicou. - thomasrutter


Isso também pode ser útil:

Códigos de estado do processo:

  • R  executando ou executável (na fila de execução)
  • D  sono ininterrupto (geralmente IO)
  • S  sono interrompido (esperando que um evento seja concluído)
  • Z  defunto / zumbi, terminado mas não obtido por seu pai
  • T  parou, seja por um sinal de controle de trabalho ou porque   está sendo rastreado

Alguns modificadores extras:

  • < alta prioridade (não é legal para outros usuários)
  • N baixa prioridade (bom para outros usuários)
  • L tem páginas bloqueadas na memória (para IO em tempo real e personalizado)
  • s é um líder de sessão
  • l é multi-threaded (usando CLONE_THREAD, como o NPTL pthreads faz)
  • + está no grupo de processos em primeiro plano

29





No Linux o comando:

ps -aux

Significa mostrar todos os processos para todos os usuários. Você pode estar se perguntando o que significa o x? O x é um especificador que significa "qualquer um dos usuários". Então você pode digitar isto:

ps -auroot

Que exibe todos os processos raiz, ou

ps -auel

que exibe todos os processos do usuário el. O technobabble na página 'man ps' é: "ps -aux imprime todos os processos pertencentes a um usuário chamado 'x', assim como imprime todos os processos que seriam selecionados pela opção -a.


20





Execute este comando para mostrar cabeçalhos com resultado 

ps aux | egrep "PROCESS_NAME_HERE|PID"

Substitua PROCESS_NAME_HERE pelo seu nome de processo

e, opcionalmente, substituir PID com qualquer cabeçalho que você deseja colorir


0