Questão Como forçar o NetworkManager a fazer uma conexão antes do login?


Deixo meu laptop em casa 95% do tempo. Eu gostaria que ele se conectasse à minha rede sem fio sem que eu precisasse fazer o login. E, tão importante, eu gostaria que ele não fosse desconectado quando eu fiz logoff.

Estou usando o Fedora, mas as instruções do Ubuntu também são bem-vindas.


8


origem




Respostas:


Eu acho que essa pergunta foi feita há algum tempo, mas esse recurso foi adicionado às versões recentes do Network Manager. Vejo Aqui.


5



A partir de maio de 2011, esse link diz: Na versão 0.7.1 ou posterior, edite o perfil da conexão com a qual você deseja iniciar antes do login e selecione a caixa na parte inferior esquerda "Disponível para todos os usuários" - Joe
Além disso, não está funcionando para mim em um odroid rodando a imagem Ubuntu 14.04 fornecida. - Andrew Wagner
Esta resposta (e documentação vinculada) é obsoleta, pelo menos no Ubuntu 14.04. A informação obsoleta nessa FAQ, obviamente, não foi removida. - Andrew Wagner


O problema com essa idéia é que o serviço NetworkManager recebe seus comandos do nm-applet (ou o análogo do KDE, se você estiver no KDE. Para evitar confundir a mim mesmo, presumo que você esteja no GNOME). Existe uma interface NetworkManager de linha de comando nos repositórios chamados cNetworkManager (isso, curiosamente, escrito em Python). Você poderia tentar colocar um comando para se conectar à sua rede usando o cNetworkManager em um script de inicialização (eu não estou inteiramente certo de onde você teria que colocar este script, mas eu sei que é possível: D). Não sei se essa abordagem se conectará ou se permanecerá conectada após o logout, mas sei que há pelo menos dois problemas que você precisará reconciliar.

1) Você terá este script lutando com o nm-applet. Se você quiser fazer isso, eu desabilitarei o nm-applet de iniciar automaticamente (que deve ser configurável em preferências -> sessões ou preferências -> programas de inicialização, dependendo se você está ou não usando o fedora 11).

2) se você quiser mudar de rede (e fazer coisas sofisticadas como detectá-las automaticamente), você terá que fazer isso usando o cNetworkManager (que é um verdadeiro problema), ou iniciar o applet nm e perder sua capacidade de manter a conexão é aberta após o logout.

Boa sorte, e deixe-nos saber se isso funciona!


3



Eu estou em uma máquina Windows no trabalho; Vou testar isso quando chegar em casa. Seria bom se o NetworkManager e o applet nm residissem em pacotes diferentes. - JCCyC
Eu acho que tê-los no mesmo pacote é realmente essencial; Qual é o objetivo de nos dar um serviço se você não nos der um método para controlá-lo? Eu argumentaria na direção oposta; O cNetworkManager também deve estar no pacote NetworkManager, para quando você precisar controlar sua placa wireless quando o X não for executado (isso aconteceu comigo um número bastante grande de vezes) - Babu
Não tenho certeza se esse cNetworkManager existe a partir de 2015. Existe uma ferramenta "nmcli" que, acredito, é instalada por padrão e permite que você trabalhe com o network-manager a partir do cli. - Andrew Wagner


Eu tive o mesmo problema e acabei removendo o NetworkManager completamente e usando o wpa_supplicant diretamente. Ele funciona do mesmo jeito - você tem um arquivo de configuração com todas as redes às quais deseja se conectar automaticamente e uma GUI que pode sobrescrevê-lo durante a execução (e conectar-se a uma rede diferente) ou alterar o arquivo de configuração. .

Eu usei este tutorial para configurar o meu Debian e não tive muitos problemas com ele (é o mesmo do Ubuntu): http://svn.debian.org/wsvn/pkg-wpa/wpasupplicant/branches/unstable/debian/README.Debian?op=file&rev=0&sc=0


1





Eu usei o método de Andrew Wagner no Fedora 22 para uma conexão com a segurança WPA.

  1. Crie a conexão "demo" usualmente usando a GUI.

  2. Como root crie um arquivo / etc / NetworkManager / wifipw com a entrada de uma linha:

    802-11-wireless-security.psk:wpa-pw 
    

Onde wpa-pw é a senha do wifi.

  1. Adicione a seguinte linha ao crontab para root:

    @reboot sleep 10; /usr/bin/nmcli conn up id demo passwd-file etc/NetworkManager/wifipw
    

O sono 10 foi necessário no meu sistema para dar tempo ao dispositivo para inicializar antes de tentar se conectar.


1





Pode ser que não é uma opção para você, mas você pode configurar a rede via arquivos de configuração como no tutorial. É para o Ubuntu, mas não notei a diferença. Rede seria ligado durante o processo de inicialização do sistema operacional.


0



Esta é uma boa solução, mas também existem ressalvas. O NetworkManager e os serviços de rede não devem ser executados ao mesmo tempo; ambos tentarão controlar o hardware sem fio ao mesmo tempo e farão coisas estranhas. O que você pode fazer é habilitar o serviço de rede por padrão e habilitar o networkmanager quando for necessário. - Babu
Isso é verdade. - Kirill V. Lyadvinsky


Aqui está o que eu fiz (em uma placa de braço odroid rodando o Ubuntu 14.04):

Configure a conexão de rede usando, por exemplo, nm-applet, como seu usuário normal, dê a ela um nome, ou seja, "Decktop Demo". Você provavelmente precisará marcar a caixa Geral -> "Todos os usuários podem se conectar a esta rede".

Edite "o cron" como superusuário:

sudo crontab -e

selecione seu editor de escolha, se solicitado, e adicione uma linha na parte inferior:

@startup / usr / bin / nmcli conn id id "Desktop Demo"

sacrificar um pequeno animal para os deuses de gerenciamento de rede e reiniciar.

Este método tem a vantagem de fazer tudo através do network-manager, portanto ele deve reproduzir os applets de gerenciamento de rede gui para vários desktops, ou seja, o applet nm.


0